O ativista é um personagem que se assume politicamente no espaço público enquanto defensor de uma determinada causa. Pode estar associado a um partido ou a uma ideologia política, embora isso não seja obrigatório pois o que move o ativista é uma causa específica. A figura do ativista é considerada um desenvolvimento da democracia moderna, compreendendo a representação política de determinados grupos ou coletivos que não teriam representação apropriada nos partidos tradicionais. À nível internacional, o principal ícone de ativismo é talvez Martin Luther King, o representante dos direitos da comunidade afro-americana nos Estados Unidos. Confira em seguida alguns exemplos de famosos ativistas brasileiros.

Luiz Mott

Luiz Mott é um dos grandes defensores do movimento LGBT no Brasil. Ele fundou o Grupo Gay da Bahia (GGB), uma das principais referências no estudo e na consciencialização pública para a situação dos homossexuais.

Chico Mendes

Assassinado por inimigos políticos em 1988, Chico Mendes virou um ícone do ativismo em favor dos seringueiros da Bacia Amazônica e da proteção ambiental da Amazônia. Seu assassinato representou uma grande tomada de consciência, à nível nacional e internacional, sobre o futuro social, econômico e político da Amazônia. A reação a sua morte gerou a criação de milhares de quilômetros quadrados de áreas naturais protegidas.

Tiradentes

Nos últimos anos, o ativismo sem sido considerado como uma ferramenta política de um determinado quadrante ideológico, mas esse argumento é, ele mesmo, ideológico. Um ativista é alguém que defende uma causa, usando meios cívicos antes de chegar aos meios militares. Joaquim José da Silva Xavier pode certamente ser considerado um dos primeiros, senão mesmo o primeiro dos ativistas brasileiros – ativista da causa da independência nacional.

Olavo de Carvalho

Jornalista de profissão, ensaísta, filósofo autodidata (sem uma carreira acadêmica), inteletual com influência em largos setores da sociedade brasileira, Olavo de Carvalho é um ativista dos valores conservadores. Raramente é designado com esse termo pelo fato de a palavra “ativista” ser reservada para o quadrante ideológico oposto.